11 de jun de 2009

A QUEM INTERESSAR: OS CHÁS

Os chás têm valor medicinal, as ervas são usadas milernamente no combate as doenças. Não é preciso ir para o Oriente para saber, todo mundo que tem família na roça sabe disso. Minha avó por exemplo só passou a tomar remédio mesmo depois de bem velha. O povo do interior e os índios sabem que nós temos o poder de cura. Se alguém está indisposto é normal ir na horta , ou no mato e pegar uma ervinha, fazer um chá, uma infusão, uma compressa. Não é bruxaria, nem esoterismo, é natural. Hoje, percebo que estamos na era do resgate do que ja fomos um dia. Andamos muito para frente e agora queremos recuar, resgatar o que perdemos, o simples. A vida com menos pressa, uma vida mais saudável que dependa de menos, o menos que representa mais : mais qualidade menos quantidade. Hoje é um luxo poder não usar relógio. O índio nunca soube o que é relógio,acorda quando acaba o sono, dorme quando sente sono, come quando dá fome, caça quando precisa, dança quando quer se divertir. Na verdade tudo que a gente precisa está logo ali ao lado, a natureza é sábia, ela não criaria um corpo sem criar o que ele precisa para viver com saúde. O homem desobediente, inventou de ir buscar longe. Nós aqui da selva de pedra passamos por uma época em que queríamos tudo prático e imediato, soluções como os remédios milagrosos que resolvem tudo em poucos dias, de preferência em poucas horas ou minutos, as bombas de um modo geral. Depois de um tempo percebemos que o efeito rebote vem depois, e que não vale a pena. Essa volta toda é para retornar ao início do texto pois nessa era do resgate a tradição, ao simples, ao próximo, quem voltou com força total foram os chás, as ervas. Estão vendendo como nunca, alguns se esgotando rapidamente das prateleiras. E a notícia que era para ser maravilhosa, começou a incomodar a quem não ganha com isso... Agora muitos chás indicados em livros importantes como o Livro de Ouro da Medicina Chinesa foram recolhidos das prateleiras. E qual o motivo ? Segundo os donos de lojas de produtos naturais os fiscais alegam que precisa ter um novo mini selinho na embalagem. Ok, tudo bem. Mas para colocar o tal selinho custa a módica quantia de uns 20 mil reais... Bom, para um herborista que vende ao lojista cada saquinho por alguns centavos, ja que na loja compramos por R$1,50/2,00. Imagina o que é investir esse valor , perder toda a safra que foi recolhida das lojas, fazer novas embalagens. Suspeitei....não sei... mas algo me diz que em breve veremos os mesmos chás de Dente de Leão, Picão só que agora em cápsulas, e custando de R$20,00 a R$30,00 , pertencentes é claro a uma outra indústria....talvez a farmaceutica ? Quem sabe ? Aguardemos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário