1 de mai de 2011

Pão sem queijo

Chegou da escola, atirou a mochila na mesa, largou o tênis pelo caminho.
Esbarrando pelas plantas, entrou correndo feliz da vida.
A mãe estava em casa cedo, coisa rara. Porta do quarto, fechada.
Tudo quieto. Devia estar dormindo.
Abriu bem devargarinho para não fazer barulho.
Deitada de bruços ,com a roupa do trabalho, ainda de sapatos. Bolsa jogada ao lado no chão.
Esticou um pouco mais o pescoço e pode ouvir soluços bem baixinho. Fechou a porta no mesmo instante em que percebeu o choro. Atordoada, sem saber como agir. Foi andando em direção a seu quarto.
Entrou no ármario, sentou na pilha de lençóis e se trancou .
Ali era onde se refugiava quando sentia medo ou quando a mãe demorava a voltar para casa.
Quietinha com as pernas encolhidas chorava esperando ela voltar.
Sentia-se protegida naquele lugar apertado e escuro.
Agora a mãe estava em casa.
O motivo que a levou ao esconderijo foi vê-la chorando pela primeira vez. A sua fortaleza desmoronava.
A heroína, mulher-maravilha tornava-se mortal, frágil.
"Do que ela tem medo ? "Se ela tem medo, e agora ? Sentiu raiva.
Amanhã é o dia do seu aniversário. Nem sei mais quantos anos faria.
A menina que se escondia no ármario, não usa mais tênis Bamba. Hoje acorda cedo, trabalha, viaja, malha, cuida da casa, chega tarde em casa e as vezes também se joga na cama com sapato e tudo para chorar. Para ela que me ensinou a desempenhar sempre com carinho e perfeição os muitos papéis que a vida nos apresenta, um de seus quitutes favoritos :pão de queijo.
Pão de queijo vegano
Ingredientes:
2 xícaras de polvilho doce
1/2 xícara de polvilho azedo
2 xícaras de mandioca cozida e amassada,
sal a gosto
1/2 xícara de água filtrada
1/3 de xícara de óleo
1 colher de sopa de fermento em pó
Modo de fazer: Coloque a água e óleo para ferver. Misture os polvilhos, o sal e, quando a água estiver fervente, escalde os polvilhos, mexendo rapidamente.
Junte a mandioca amassada e amasse até que fique uma massa lisa.
Adicione o fermento em pó e misture até incorporar na massa.
Unte as mãos com um pouquinho de óleo e faça bolinhas do tamanho que desejar.
Asse em forno quente até que fiquem amarelinhos.
Podem ser congelados.

5 comentários:

  1. Amore, lindo! Fiquei com lágrima nos olhos. Sua história lembra a minha... vou testar a receita certamente, eu não vivo sem pão de queijo...rs...bjs

    ResponderExcluir
  2. Que lindas palavras July! Tô chorando!!!
    Nada melhor que testar esse pão de queijo...um carinho para o coração!

    ResponderExcluir
  3. July, lindo relato.

    Beijo pra você e pra sua receita vegan,
    Alain

    ResponderExcluir
  4. muito lindo...
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Lindo o texto e o pão parece incrível! Parabéns por ambos.

    ResponderExcluir