6 de mai de 2010

Onde isso vai dar eu não sei, mas é para lá que eu vou

Ando meio agitada, inquieta, quicando . Frenética. Quando vejo estou como uma mulher polvo, fazendo tudo ao mesmo tempo, tentando todas as possibilidades. Sei que é uma fase, a fase do movimento,da ação, de semear. E que depois de plantar virá a fase da espera para colheita. Nessas horas recorro a meditação para me manter centrada e não me perder no caminho. No budismo japonês usamos o termo princípio de Itaidoshin que significa diferentes corpos numa única mente. Manter-se conectada com o meio, o todo, com o desejo, o seu coração, para não se sabotar e ir para o lado oposto dos seus mais sinceros sonhos. Além disso uso também alguns segredinhos para os ataques de ansiedade que aprendi com meus gurus da medicina chinesa. Caso alguém se identifique... vale ter sempre em casa. Água de flor de laranjeira - Coloque uma colher de sopa dissolvida em 1 litro de água e tome ao longo dia. Eu deixo a minha em cima da mesa do trabalho. A venda nas lojas de produtos árabes, temperos ou de produtos naturais. Bolinha de camomila da homeopatia. Carrego comigo na bolsa just in case. Em noites de insonia punk mesmo,levanto da cama e faço um suco na centrifuga composto de: 16 folhas de alface lisa, 02 maçãs, 02 talos de aipo. Tomo o suco e volto direto para a cama. O alface e o aipo tem poderes sedativos. Ao lado da cama na mesinha de cabeceira mora uma caixinha com cápsula natural de maracujá. E ainda na chaleira o clássico chá de camomila. Com esse kit não há insônia, ansiedade ou pensamentos frenéticos que resistam. Bons sonhos.

Um comentário: