4 de dez de 2011

Os sapos e como diminuir a acidez do corpo




Não, você não fez nada de errado.
Não deveria estar comigo agora.
Nada fora do combinado.
Não tem motivo nenhum para estar afim de você.
Sempre foi bem claro até onde iria a relação, que não passaria dali.
De momentos incríveis, de gargalhadas intermináveis, de intimidade máxima, de conforto , de carinho, admiração, de papos onde faltava saliva de tanto assunto, conexão de sentidos, arrepios, beijos de tirar o folego, toques, sensações, etc.
Só que, sou aquariana.
Louca. A dreamer. Compulsive.
Basta um feeling, ficar algo no ar que ela cria.
Aquarianos têm esse dom, de inventar, de aumentar uma história só na imaginação, baseados apenas em vontade.
Algumas vezes , raras, o feeling está certo. Ou talvez seja teimosia.
Pois além de aquariana o gênero feminino quando quer é teimoso. E quando cisma sai de baixo, mesmo tudo dizendo o contrário.
A historia acima é antiga, estava guardada, agora passou, mas na época fiquei entalada.
Lembrei dos sapos , que raramente viram príncipes na vida real.
O mesmo vale para os sapos que engolimos goela abaixo, seja da familia, no trabalho, dos amigos ou do ser amado. Você engole mas o ossinho fica lá, entalado na garganta.
O corpo é sábio e tem necessidade de expulsar os sapos, os meus saem pela boca mesmo, em aftas enormes. Basta chupar uma manga amarga que aparece uma afta king size.
Como essa que mora em baixo da minha língua , tem uns três dias que ela me dá bom dia.
Afta significa corpo ácido, precisamos de base para alcalinizar. Lembra das aulas de quimica ?
Alimentos que diminuem a acidez: tofu, missô, algas.
Ou seja cai dentro do japonês.
E ainda repolho e xicória. Podemos colocar no suco de vegetais na centrifuga.
Retirar do cárdapio em momentos de crise: oleoginosas como nozes, amêndoas, castanhas, sementes, chocolates, álcool, açucar,
carne vermelha.
Aprendi hoje com minha mentora e guia espiritual, mãe substituta Rachel Barros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário