27 de nov de 2011

Entradinhas japas


De todas as amigas, a que mais tem inteligência emocional.
Madura, sempre sabe o momento certo de encerrar uma relação.
Dificilmente  é derrotada. Prevendo a infelicidade futura, se antecipa e corta antes do fracasso total.
Não suporta a tristeza, nem cultiva o baixo astral. Sabe  transformar um domingo nublado e nostálgico num divertido almoço com amigas seguido de cineminha.
Curiosa , atraída pelos mistérios , se inscreve em tudo quanto é  workshop de xamanismo, respiração, vivências do Osho, renascimento, espiritismo, experiências místicas para todos os gostos.
Capaz de fazer mais de um mapa astral no ano se alguém perto dela disser que descobriu um outro astrólogo incrível. Adora uma cartomante, um tarot, runas, buzios, I Ching e bruxos.
As consultas servem para escutar a confirmação do que já quer e iria fazer de qualquer jeito.
Só fez terapia tradicional, análise mesmo, uma vez na vida, mais para ver como era do que de fato porque precisava .Sabe viver muito bem a vida e lidar com seus problemas.
Outra característica dessa amiga que me diverte com suas histórias e a torna tão singular  é o seu lado B musical. A amiga  é chegada a um axé e curte um rodeio, encara trios dos mais animados, já foi em trio elétrico , ao meio-dia de domingo de sol em pleno Riocentro e se joga nas festas do peão boiadeiro do interior de São Paulo.

Essa é a minha amiga animada e divertida que me chama de amiga amada.
Que sorri para vida e por isso a vida sorri para ela.
Como não tem muito saco para cozinhar mas precisa de umas receitinhas simples e práticas.
Preparei umas entradinhas  bem facinhas mas que fazem um bonito em sua homenagem.

Entradinhas que fazem um bonito:

Shimeji e Shitaki ao Shoyu

01 bandeja de Shimeji
01 bandeja de Shitaki
02 colheres de sopa de molho shoyu marca Daimaru ( hello!! só usar molho shoyu sem glutamato de monosódio)
02 colheres de sopa de azeite

Lave bem os cogumelos, pique em pedaços.
Coloque na frigideira (ou na Wok) apenas os cogumelos, eles soltam água e cozinham na própria água. De 05 a 10 minutos estará cozido. Antes de apagar o fogo regue com o shoyo e com azeite, mexa com colher de pau e apague em seguida.

Obs: Essa receita também pode ser feita no forno embrulhada no papel laminado, basta seguir do mesmo modo colocando todos os ingredientes juntos numa trouxinha de laminado e levar ao forno por 15 minutos.


Nirá ao molho Shoyu.
01 "molho", "ramo"de Nirá- vende em feiras e lojas japas.
01 colher de sopa de Shoyu
01 col de sobremesa de óleo de gergelim.

Pique o nirá em pedaços grandes ( do tamanho da metade de um dedo), coloque na frigideira por 05 minutos. Antes de apagar regue com o Shoyu e o óleo de gergelim e.mexa.

Obs: Essa receita também pode ser feita no forno no papel laminado do mesmo modo que a receita anterior

Pepino agridoce :
02 pepinos - de preferência o japonês (o mais fininho)
01 pedaço médio de gengibre
01 xícara de Sake  ou  vinagre de arroz - o suficiente para cobrir o pepino.
02 col de chá de stevia ou açucar organico, agave, Linea
02 col de chá de sal marinho
Pimenta do reino moida a gosto

Pique o pepino e o gengibre em rodelas bem finas, deixe de molho na geladeira marinando por umas duas horas, ou mais (quanto mais tempo melhor), numa conserva de sake, o adoçante natural de sua preferência , sal e  pimenta do reino.
Servir frio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário